Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

CRUELDADE

Polícia investiga duplo homicídio de amigos de infância em Ananindeua

Durante a madrugada, Wagner Andrade e Cleidivaldo da Silva, que eram amigos desde criança, foram executados no bairro Curuçambá, em Ananindeua

sexta-feira, 18/09/2020, 09:36 - Atualizado em 18/09/2020, 09:35 - Autor: JR Avelar/Diário do Pará


Os crimes ocorreram em casas diferentes no bairro do Curuçambá
Os crimes ocorreram em casas diferentes no bairro do Curuçambá | Reprodução

A Polícia Civil investiga se dois homicídios em uma mesma rua, na madrugada de ontem, no bairro do Curuçambá, em Ananindeua, na Grande Belém, foram executados pelo mesmo grupo criminoso. Wagner de Oliveira Andrade Filho e Cleidivaldo da Silva Marques foram executados a tiros, após terem suas residências, localizadas em diferentes pontos, na rua Boaventura, invadidas.

Uma guarnição do 29º Batalhão foi informada inicialmente, por volta das 3h, via Centro Integrado de Operações (Ciop), sobre uma possível invasão de domicílio. Quando chegaram lá, os policiais se depararam com sinais de arrombamento na residência e logo em seguida encontraram em um dos cômodos o corpo de Wagner de Oliveira Andrade Filho, com sinais de disparo de arma de fogo.

Ao verificar os antecedentes da vítima, a PM encontrou registro no sistema da Polícia Civil, de que Wagner de Oliveira respondia criminalmente pelo crime de tráfico de drogas.

Enquanto os policiais militares se inteiravam sobre o primeiro homicídio, eis que chega ao local um morador da rua Boaventura informando que seu sobrinho, Cleidivaldo da Silva Marques, havia sido morto em sua casa por homens que invadiram o local, logo após a família escutar disparos de arma de fogo vindos da rua.

Uma testemunha que estava acordada na hora dos crimes disse que viu duas pessoas correrem se esconderem após invadirem a residência onde Cleidivaldo Marques foi morto. A segunda vítima da madrugada não tinha histórico de envolvimento com o crime.

FUGA

Os assassinos fugiram depois de cometer os crimes sem que fossem identificados. O duplo homicídio foi registrado na Polícia Civil. A Seccional Urbana do Paar deve dar continuidade nas investigações com base nos relatos e informações levantadas por uma equipe da Divisão de Homicídios. Os corpos de Wagner de Oliveira Andrade Filho e Cleidivaldo da Silva Marques foram periciados por uma equipe do Instituto de Criminalística e em seguida removidos para o Instituto Médico Legal Renato Chaves.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS