Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

INVESTIGAÇÃO

Suspeito de integrar grupo de extermínio é preso pela morte de radialista paraense

sexta-feira, 18/09/2020, 09:27 - Atualizado em 18/09/2020, 09:27 - Autor: Agência Pará


O homem estava na capital roraimense
O homem estava na capital roraimense | Reprodução

A Polícia Civil do Pará cumpriu mandado de prisão preventiva, na manhã de quinta-feira (17), em Boa vista, capital do estado de Roraima, de um homem suspeito de participação na morte do radialista Jairo de Souza. Segundo investigações da PC, o preso integra um grupo de extermínio que teve participação ativa no crime.

Presos acusados da morte do radialista Jairo Sousa

Morte de radialista paraense comove redes sociais

Radialista paraense que criticava políticos é assassinado

A ação foi realizada em conjunto com a Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) e Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima (Sejuc).

Radialista era incisivo nas críticas contra políticos na cidade e na defesa da população
Radialista era incisivo nas críticas contra políticos na cidade e na defesa da população Divulgação
 

O crime ocorreu em junho de 2018, quando o radialista chegava na emissora onde trabalhava, no município de Bragança, nordeste paraense.

O homem estava foragido da Justiça desde janeiro deste ano, quando teve a prisão preventiva expedida pela justiça criminal de Bragança, após ter sido denunciado pelo Ministério Público por integrar o grupo de extermínio responsável pela morte do radialista e outros homicídios ocorridos no município de Tracuateua, também no Pará. Esse grupo é responsável pela prática de vários crimes de homicídio na região Bragantina.

Segundo a Polícia Civil, o crime foi cometido em razão do trabalho do radialista, que fazia críticas a políticos, por supostos desvios de verbas públicas. De acordo com as investigações, o grupo era composto por oito pessoas e, com a prisão efetuada nesta manhã, apenas um integrante continua foragido da justiça.

"Recebemos informações de que o acusado estava residindo no bairro Silvio Botelho, em Boa Vista, Roraima, e a equipe de policiais da Dicap com a Polícia Civil do Pará iniciou o monitoramento. Após a confirmação da localização do suspeito, efetuaram a prisão. O indivíduo ainda tentou apresentar-se como se fosse outra pessoa, mas, ao ser chamado pelo nome verdadeiro, não hesitou em confirmar que era o procurado. A atuação dos policiais de Roraima em parceria com a PC do Pará foi fundamental para chegarmos ao acusado", informou o superintende da Polícia Civil na Região do Caeté, Thiago Diniz.

Após a prisão, o suspeito foi entregue a Polinter de Roraima onde está à disposição da Justiça, aguardando transferência para o estado do Pará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS