Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / AgroPará

AGROPARÁ

Granja paraense investe em mercado local para 'engordar' produção 

segunda-feira, 16/12/2019, 13:05 - Atualizado em 16/12/2019, 13:05 - Autor: Lais Azevedo


| Reprodução/Agropará

A cadeia de produção de frangos de corte no Brasil está em constante processo de modernização e melhoria, sendo uma das mais organizadas no mundo. Ela destaca-se pelos indicadores de produtividade, volume de abate e no desempenho social, ambiental, sanitário e econômico. De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações de carne de frango devem crescer entre 4% e 5% no acumulado do ano de 2019, resultado apontado pelos primeiros sete meses de 2019.

A expectativa da associação, em relação à carne de frango, é que o país feche o ano com aumento de 1% na produção, passando de 12,8 milhões de toneladas, em 2018, para 13 milhões de toneladas, em 2019. E que dentro desse montante, as exportações alcancem 4,3 milhões de toneladas. No Pará, a atividade está presente em 28 municípios, concentrando a sua produção na Região Metropolitana de Belém, no Nordeste paraense e no Baixo Amazonas.

Lucio Marinho de Oliveira e o sócio, Tarcisio Franco do Amaral, são dois mineiros que decidiram apostar na avicultura na hora de empreender e têm alcançado resultados cada vez melhores. Uma prova disso é que já são 18 anos no mercado, com a Granja Novo Horizonte, localizada em Igarapé Açu, nordeste paraense. “A vontade de empreender veio depois do contato com amigos do meu sócio no Estado. Eles nos convidaram para criar frango no Pará. Encontramos uma granja, alugamos e conforme o negócio foi crescendo conseguimos construir a nossa própria estrutura”, conta Lúcio.

A propriedade tem uma produção intensa. São comercializados 120 mil frangos por semana e cerca de 450 caixas de ovos por dia, tudo absorvido pelo próprio consumo paraense. “Nós gostamos muito do Pará, que acabou se tornando um lugar muito bom para agronegócio. Nossa expectativa para 2020 é crescer na postura - galinhas destinadas à produção de ovos -, o que já tem apresentado crescimentos anuais, indo a quase 4 mil galinhas”, projeta o avicultor.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS