Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
DESABAFO

Padre detona Ana Paula Valadão após vídeo homofóbico: 'burra e preconceituosa'

terça-feira, 15/09/2020, 18:31 - Atualizado em 15/09/2020, 18:31 - Autor: Com informações da Marie Claire


O religioso se revoltou com o discurso preconceituoso da cantora.
O religioso se revoltou com o discurso preconceituoso da cantora. | Reprodução

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o desabafo feito pelo padre Juarez de Castro, após a pastora Ana Paula Valadão afirmar que ser gay não é normal e que a AIDS surgiu como castigo para pessoas que se relacionam com o mesmo sexo. O sacerdote se revoltou com o discurso da religiosa e a criticou de forma severa.

O padre, que é apresentador do programa "Bendita Hora", da Rede Vida, detonou a postura de Valadão. As críticas surgiram após um internauta fazer o seguinte questionamento durante o programa: “Sou homossexual e católico. Sou proibido de frequentar a igreja e comungar?”.

Na sequência, ele deu sua opinião sobre as declarações de Ana Paula. “Uma pastora falou que a Aids que está relacionada ao fato de existirem homossexuais. Você acredita nisso? Que nós escutamos uma pessoa falar sobre isso, uma pessoa que se diz líder religiosa falar que a Aids é culpa dos homossexuais? Isso é burrice misturada com preconceito”, disse.

O padre ainda deixou claro que se a pastora tivesse um pouco mais de informação, não faria esse tipo de declaração. “Burra, sim, porque basta ler qualquer pesquisa científica e vai ver que não existe nenhuma relação da homossexualidade com a Aids. E preconceituosa afastando as pessoas e levando a considerar o outro como se fosse doente ou pecadores”, exclama.

Leia mais:

Idosa é flagrada levando cobra para passear em carrinho de bebê

Perda de cabelo é o atributo físico que mais afeta a autoestima

Por fim, ele declarou que o preconceito praticado por Valadão precisa ter um fim. “Preconceito, talvez seja essa a doença que precisamos combater, porque o preconceito é uma doença mais feia, mais horrível do que a própria Aids”, finalizou.

Assista:


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS